Alicerce Bíblico

Início » Artigo » Quando sua igreja não vê sua visão: o que fazer enquanto espera (parte 02)

Quando sua igreja não vê sua visão: o que fazer enquanto espera (parte 02)

Por Tim Allchin

Nota do editor:  A parte 2 foi escrita para membros de igreja que servem em uma igreja onde a liderança não possui uma visão para o aconselhamento Bíblico. A parte 1 foi direcionada aos pastores e líderes de igreja cuja membresia não possui a visão para o aconselhamento bíblico.

Constantemente converso com aqueles que foram treinados e que compreenderam a visão acerca do aconselhamento bíblico,  mas estão frequentando uma igreja cuja liderança não possui a mesma perspectiva. Eles se perguntam se poderia haver uma cultura bem-sucedida de aconselhamento bíblico quando a visão parece residir principalmente com alguns leigos e não em toda a igreja. Algumas vezes em suas frustrações, aqueles recém-treinados em aconselhamento bíblico vão migrando de igreja em igreja,  procurando convencer a liderança permitir que eles criem um ministério de aconselhamento.Se você está nessa posição, por favor considere que você poderá progredir em pequenos passos ajustando algumas coisas. Abaixo estão cinco coisas para você “Parar e Iniciar” enquanto aguarda a cultura de aconselhamento bíblico permear sua igreja.

 

Pare de esperar/ pressionar pela “posição” correta do ministério. Comece se disponibilizando a ajudar de qualquer maneira que você puder, sempre que puder.

Poucos pastores recusarão sua oferta de discipular pessoalmente, orar e incentivar aqueles que são consumidos por lutas que dominam a vida. Você pode dizer, “Eu sinto um peso para encorajar aqueles que são depressivos, ansiosos, cheios de conflito, enfermos fisicamente ou emocionalmente desestabilizados e dar a eles um apoio e ajuda.” Até pastores que não adotaram o aconselhamento bíblico normalmente encontram um benefício em aqueles que estão lutando para ter uma rede de amigos sábios que possam escutar, compreender e incentivar voluntariamente em momentos de necessidades. 

Mesmo que a pessoa esteja frequentando uma terapia secular, você pode se dedicar a conversas sobre como Deus as moldará durante esse processo e as incentivar a responder corretamente. Muitas vezes, não demorou muito até que aqueles que viviam como crianças na fé começassem a ver que o alimento fornecido pela Palavra os guiassem para soluções eficazes e escolhas divinas. Você está discipulando eles com a sabedoria das Escrituras. 

 

Pare de pensar em termos formais de aconselhamento um-a-um. Comece criando um grupo de curto prazo que atenda a uma necessidade específica da sua igreja.

Alguns dos nossos melhores aconselhamentos em outra igreja foram realizados com um grupo de apoio de mães solteiras. Nós providenciamos o jantar, roupas para crianças, mantimentos, e um programa infantil enquanto acontecia uma reunião de duas horas com piedosas mulheres mais velhas que ensinavam uma mistura de tópicos bíblicos e práticos. Mães solteiras foram beneficiadas com o descanso e nos deram um plano de cuidado holístico para a população que normalmente necessitava de uma ajuda benevolente na igreja. Na sua essência, esse grupo era de aconselhamento bíblico na maioria das noites, geralmente em uma configuração de grupo ou em locais particulares depois que o grupo terminava.

Você pode ensinar em uma classe que está lidando com ansiedade, depressão ou ira. Ou talvez o assunto possa ser infertilidade, perda ou pesar. Esses são problemas comuns, frequentemente negligenciados em nossas igrejas.  Essas classes geralmente conduzem para conversas individuais e oportunidades para ajudar aqueles que estão em luta.

 

Pare de achar que é apenas sobre sua igreja local. Envolva-se com parceiros de outras igrejas ou organizações ministeriais para expandir sua rede de opções de assistências.

Muitos pastores estão tão sobrecarregados com a administração, pregação e outros deveres que adicionar mais um “ministério” ao seu prato para supervisionar parece impossível. Por outro lado, pode ser que existam muitas igrejas em sua vizinhança com os mesmos problemas de pastores sobrecarregados que precisam de discípulos ajudadores. Uma igreja individualmente precisa criar um espaço para o aconselhamento e organizar uma classe de treinamento, ou poderia trabalhar junto com outras igrejas? Talvez você possa organizar um grupo de treinamento de discípulos. 

Descubra quais opções de atendimento as igrejas vizinhas têm e como você poderia ajudar as igrejas a carregar a responsabilidade de ajudar os fiéis machucados. O grupo “Celebrate Recovery”, do outro lado da rua, daria boas-vindas a um conselheiro bíblico treinado com uma paixão por ajudar os que sofrem, que inclui várias referências à igreja? E aqueles que vem para um ministério de casais sem o seu cônjuge, que talvez precise de alguém para ajudar com a tarefa de casa? As pessoas que vão a um ministério sem o cônjuge, que pode precisar de alguém para ajudar a realizar as tarefas de casa? O centro local de gravidez em crise, o abrigo para sem-teto, alguém com um coração compassivo se voluntariaria ou se envolveria seus clientes em conversas úteis? 

Prove que você pode aconselhar em ambientes de ministério como aqueles que foram listados acima. Pode ser mais provável que sua igreja e pastor deem a você outras oportunidades dentro das dependências de sua própria igreja. Você está moldando suas próprias habilidades enquanto está ajudando outros. Isso beneficia a todos e aumenta a eficácia do seu ministério.

 

Pare de reclamar das pessoas que não possuem a visão. Comece a dar uma alternativa agradável a tudo o que sabem.

Às vezes, as igrejas não querem um ministério de aconselhamento bíblico porque é difícil lidar com as pessoas que propõem esse ministério.  Essa afirmação pode doer um pouco (ou muito), mas você precisa avaliar se isto é verdade, porque isso é mais comum do que você pensa. Conselheiros Bíblicos é único no mundo do aconselhamento porque nós temos uma convicção profunda sobre a verdade, a doutrina, e a prática da obediência. Algumas vezes, porém , nosso conselho pode refletir mais a nossa subcultura cristã do que a aplicação fiel do texto. 

Se um pastor experimentou conselheiros bíblicos dogmáticos no passado, ele pode ser mais hesitante ao fazer uma parceria com alguém no ministério que possa imitar a mesma mentalidade.  Se você quer se provar um conselheiro bíblico que compreende a graça, precisa ser gentil! Você está demonstrando isso na sua maneira de como responder a uma liderança resistente da igreja que não vê sua visão de aconselhar biblicamente? Você é rápido para condenar ou afligir a reputação deles porque eles têm uma maior aceitação do aconselhamento psicológico do que você? Uma pessoa ofendida não é facilmente conquistada e se seu esforço ofendeu, faça isso da maneira certa! Um discípulo humilde é vitorioso para abrir o caminho para um discipulado maior. Mantenha o foco em todo bem que você pode fazer para discipular amorosamente aqueles na congregação.

 

Pare de negligenciar seu próprio desenvolvimento. Comece e continue a aprender e crescer em suas habilidades de conselheiro. 

Mesmo que você não consiga resolver todos problemas do mundo hoje, amanhã eles estarão piores. Líderes são aprendizes e quanto mais você pensa o quão complicado estão os problemas da nossa sociedade, mais potente você será como sal e luz. Enquanto eu escrevia meu projeto de doutorado alguns anos atrás, eu refletia sobre quão diferente era a minha experiência com relação a do meu pai quando ele escreveu o projeto dele em meados dos anos oitenta. Eu tinha milhares de artigos e livros disponíveis para mim eletronicamente, podendo pesquisar frases e palavras específicas. Meu pai teve que procurar cartões bibliográficos em um arquivo de biblioteca. Agora não existem mais desculpas para conselheiros serem despreparados. 

Em nosso círculo de publicações Cristãs, estão sendo publicados diversos recursos que abordam questões de aconselhamento de uma perspectiva Bíblica. Conferências eficazes e cursos de treinamento on-line estão disponíveis a você como um conselheiro bíblico aspirante. Existem ligas de aconselhamento e organizações de certificação. Você pode provar que é empenhado em ajudar pessoas estando continuamente buscando preparo. Não conclua que Deus fechou uma porta, pois as vezes Ele nos prepara através da espera.

 

>> Original em Biblical Counseling Coalition
Tradução de Pedro Vilela e Júlia Maria Alves


Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Follow Alicerce Bíblico on WordPress.com

Twitter

%d blogueiros gostam disto: